Quantos produtos já comprou e acabou por não os usar porque não eram os mais adequados para o seu tipo de pele? Ou porque eram demasiado cremosos e após 1h a pele já estava oleosa ou porque eram pouco hidratantes e não sentia a pele confortável?

Quantas vezes já lhe fizeram esta pergunta e não soube responder?

Este artigo tem como objetivo deixar algumas dicas e sinais típicos visíveis nos diferentes tipos de pele, de forma a ajudar na escolha dos produtos mais adequados na hora de os comprar.

Apesar de parecer tudo muito linear não é assim tão simples pois, dentro dos diferentes tipos de pele podemos ter vários estados. Por exemplo, podemos ter uma pele seca em estado acneico ou uma pele oleosa e desidratada. Para já, vamo-nos focar em distinguir os diferentes tipos de pele.

Pele Normal

Uma pele normal é o tipo de pele que toda a gente gostaria de ter, mas que não existe no adulto pois para isso nunca poderia ter exposto a pele ao sol, vento e frio, por exemplo.

É uma pele bem equilibrada entre a parte oleosa e a parte aquosa não apresentando sinais nem de muita oleosidade nem de secura.

A pele normal apresenta um aspeto mate, suave e firme ao tacto, de textura macia, lisa, luminosa e sem imperfeições. Os poros são finos e a tez é rosada e uniforme.

Pele Seca

Uma pele seca é aquela que produz menor quantidade de lípidos que o normal, ou seja, as glândulas sebáceas não produzem a quantidade de lípidos necessários para reter a água na pele e restaurar a barreira cutânea.

Geralmente é uma pele muito fina que se manifesta pelo aspeto baço e áspero, falta de elasticidade e repuxamento e, em casos de secura mais acentuada pode haver descamação e prurido. Em relação aos poros são praticamente invisíveis e as rídulas surgem mais facilmente.

O grau de secura pode variar e isso irá determinar quais os produtos mais adequados para a rotina da pele.

Como a barreira cutânea está comprometida pode haver momentos de maior sensibilidade.

Para a limpeza de uma pele seca deve optar por uma loção ou água micelar com componentes hidratantes. Aplicar um sérum e creme com ácido hialurónico e, durante o dia, complementar com proteção solar.

Uma a duas vezes por semana, conforme a necessidade, fazer uma máscara hidratante para sentir a pele confortável e flexível. Existem as máscaras de tecido impregnadas em ácido hialurónico ou em creme.

Fica de seguida um exemplo para a rotina de uma pele seca.

Sensibio Leite de Limpeza Bioderma

Sensibio Tónico Bioderma

Aqualia Termal Vichy

Hidraderm Hyal Creme Facial 50ml Sesderma

Descubra mais produtos para a pele seca. Clique aqui.

Pele Oleosa

Na pele oleosa há produção excessiva de sebo. A este processa chama-se seborreia.

A pele oleosa pode ser causada por vários fatores e manifesta-se por poros dilatados e visíveis, aspeto untuoso e brilhante, pele mais espessa e com maior tendência para desenvolver comedões (pontos negros e brancos) e acne.

Este tipo de pele precisa de cuidados eficientes diários para limpar e desmaquilhar, de modo a remover o excesso de sebo e impurezas que se acumulam durante o dia nos poros.

Para hidratar, deve-se optar por texturas em gel ou fluidas, não comedogénicas.

A rotina pode ser complementada com esfoliantes suaves ou máscaras purificantes.

Pele Mista

A pele mista é uma conjugação das duas anteriores em que a zona T (testa, nariz e queixo) é oleosa e o resto do rosto é seco. Na zona T há produção excessiva de sebo e no resto do rosto há falta de lípidos.

Neste caso, é essencial optar por produtos que matificam as zonas oleosas e que, ao mesmo tempo, hidratam as zonas secas do rosto.

Se quiser descobrir uma seleção de produtos para pele oleosa ou mista, veja aqui.